Saladas: a cara do verão

28/01/13 | Compartilhar:

salada_blog

O verão traz consigo aquele o calor! A necessidade de comer alimentos mais leves e de fácil digestão faz as pessoas buscarem como opção saladas em suas refeições. Mas para não estragar esse prato saudável, as combinações são fundamentais para dar sabor apetitoso e um colorido especial, que dá vontade de comer com os olhos…

A base da salada deve ser composta por folhas (alface: crespa verde, crespa roxa, americana, lisa; agrião, rúcula, radichio) que auxiliam no bom funcionamento do nosso intestino e proporcionam período maior de saciedade ao nosso corpo por conterem bastante fibra;

Devemos acrescentar alimentos fonte de carboidrato que irão nos dar energia para continuar o dia com disposição: croutons, macarrão, milho verde ou frutas desidratadas como damasco e uvas passas ou frutas in natura que irão proporcionar refrescância como manga e abacaxi.

Não podemos nos esquecer das fontes protéicas responsáveis pela manutenção dos nossos músculos (que podem ser a base de laticínios: muçarela de búfala, cottage, muçarela temperada, parmesão ralado, ou a base de proteína animal: rosbife, peito de frango, atum ou kani, ou ainda proteína de origem vegetal: ervilha, grão de bico).

As fontes de vitaminas e sais minerais responsáveis pelo bom funcionamentos das reações metabólicas e químicas que ocorrem em nosso corpo são ofertadas pela cenoura ralada, mini tomate, brócolis, couve-flor, champignon, tomate seco, palmito e azeitona.

Acrescentar temperos também vale para dar aquele toque especial: alho frito, cebola, alho poró, orégano, pimenta biquinho.

Agora basta utilizar a criatividade para fazer uma combinação bem gostosa temperada com molhos saborosos: iogurte, mostarda com mel, caesar, french, italian, parmesão, limão, azeite e aceto balsâmico.

Mas nem só de saladas vive o homem, o arroz com feijão faz falta… É importante que todos os grupos de alimentos sejam inseridos nas refeições (café da manhã, colação, almoço, lanche, jantar/ceia) para que o organismo seja suprido pelos nutrientes de que necessita.

Giovana Guerra, nutricionista da Hortifruti Praia do Suá