De todos os tipos para todos os gostos

18/04/17 | Compartilhar:

 

tipos de macarrão hortifruti

De tão versátil, o macarrão é considerado o prato dos almoços em família e também de quem mora sozinho. Também cai bem num jantar romântico ou naqueles dias em que você quer algo simples. Além da versatilidade, a variedade também é uma de suas características: só no Brasil existem mais de 40 formatos. E o formato de cada massa também influencia na forma de preparo, no molho escolhido e demais ingredientes acompanhantes.

Conheça tipos e formatos mais usados:

  • Comum: feita de farinha de trigo e água, é a mais barata.
  • De sêmola: com trigo nobre (tipo I), é um produto mais caro.
  • Com ovos: tem adição de 3 ovos por quilo de farinha.
  • Grano duro: com trigo durum fica al dente, ou seja, soltinha.
  • Integral: com farinha integral e fibras é mais saudável.
  • Com vegetais: com beterraba ou espinafre ou cenoura.
  • Caseiro: com ou sem ovos, feita de forma artesanal, absorve mais o molho.

 

Massas curtas

Massas que possuem menos de 10 centímetros de comprimento, podem ser utilizadas em pratos quentes ou frios, combinam com molhos mais encorpados, a base de queijos ou até iogurte. São elas:

Farfalle:  informalmente conhecido como gravatinha ou borboleta, possui uma massa bem curtinha (cerca de 35 mm) é perfeita para ser usada em saladas de macarrão (ótimas para o verão), ensopados e até mesmo sopas.

Gnocchi: o nome é igual, mas as semelhanças param por aí, já que não vai batata na massa (ao contrário do tradicional gnocchi que conhecemos). Este tipo de massa lembra uma pequena conchinha e vai muito bem com molhos clássicos como bolonhesa e pesto.

Penne: este você provavelmente já usou! Mas já reparou que ás vezes vem a descrição “rigati” no rótulo? Isso quer dizer que a massa possui nervuras, elas ajudam a deixar a sua massa ainda mais suculenta, já que retêm o molho. Falando em molho, os ideais para essa massa são os a base de tomate.

Rigatonni: o nome pode parecer estranho mais é fácil de identificar a massa que mais se parece um tubo bem curto. O rigattoni também possui uma versão mais “gordinha”, o schiaffoni. E o molho? Dê preferência aos suculentos.

Orechiette: leu o nome e assemelhou a orelha? Acertou! Afinal, esta massa vinda da Puglia tem mesmo o formato de uma. Ela é perfeita para molhos com pedaços de vegetais, já que sua textura permite essa mistura.

Casareccia: normalmente feita de massa caseira, a casareccia se caracteriza pelas ranhuras presentes no corpo, que como dissemos acima, ajuda a reter mais molho, dando aquela suculência ao prato. Combine com molhos mais cremosos e densos ou até os mais ralos.

Lumache regate: parece a concha de um caracol? E claro, assim como toda massa que possui detalhes onde o molho pode se “esconder”, ela precisa de um molho que possa penetrar nesses detalhes, o ideal são aqueles encorpados mais não muito grossos.

Tortellini: pequenos no tamanho, o tortellini é uma espécie de “primo” do capelletti. Cheio de detalhes, e dobras, essa massa fina possui pequenos cortes e acompanham muito bem carnes e também caldos.

 

Massas Longas

Perfeitas para molhos de textura mais líquida por envolverem melhor a massa. Veja alguns tipos de massas longas:

Bavette: longa e fina, parece até uma super model! Poderia facilmente ser confundida com spaghetti, mas não é! O bavette possui um leve achatado, sabe porquê? Para suportar o peso dos molhos mais densos, sem atrapalhar a sua estrutura. Combine com o delicioso pesto!

Bucatini: outro primo do espaguete, porém ele é mais grosso e possui um buraco no meio (como o nome sugere), novamente para o molho. Qual usar? Os mais diversos, vale usar o molho á base de vegetais, de queijos ou até mesmo amanteigados.

Linguine: também parecido como Bavette por ser longo e comprido, possui um formato mais fino e achatado. Linguine, significa língua pequena, em italiano. E o que acompanha? O clássico molho de tomate, ou pesto.

Capelline: mais conhecido como “cabelinho de anjo”, como o nome sugere, de fato parece com fios de cabelo infantil, de tão fininho. Delicado, ele deve ser manuseado com cuidado para não quebrar, por isso o mais indicado é usar molhos mais leves e simples como o de manjericão ou até em sopas.

Fettucine: em italiano, pequenas fitas. Vai dizer que não parece? Diferentemente do linguine e do tagliatelle, ele é achatado e mais espesso. Combina muito bem com molhos que levam carne, como o ragu.

Pappardelle: com o formato em compridas tiras, ele pode parecer o fettuccine, porém sua largura é maior. Por ser menos delicado, cai bem com os mais diversos tipos de molho e espessuras.

Ziti: uma massa mais “rechonchuda”, e alongada, é perfurada no meio (já sabe por quê, né?). Pode ser cozinhada inteira ou até mesmo em pedaços. Combine com molhos suculentos, como os de carne ou o napolitano.

Spagheti: esse dispensa apresentações! Combina com o quê? Com todos os tipos de molho, não é á toa que ele é tão popular, afinal, combina com todos os tipos!

Ficou com vontade de comer macarrão? Mãos à massa!

 

  • 19/04/2017 - Andréa Magalhães

    Parabéns. Bem elaborado explanação

  • 19/04/2017 - Gliberto Cortelazzo

    Adorei conhecer todos os nomes e suas origens pois amo massas e principalmente molhos bem feitos (e bem temperados)

  • 19/04/2017 - Maria da Conceição m. Oliveira

    gostei dos ensinamentos desses ensinamentos sobre massas... Mais gostaria que enviasse receitas de molhos para essas massas.

  • 19/04/2017 - Ana marta Hertel

    Receber receitas

  • 19/04/2017 - Thereza

    Gostei muito da informação. Para ser mais completa ainda, poderiam acrescentar as receitas de acordo com cada tipo de massa. Obrigada.

  • 19/04/2017 - Luzinete

    Parabéns ao Hortfruti, por essa iniciativa. Amei conhecer um pouco mais sobre as massas...Afinal são maravilhosas, principalmente no inverno, com um bom vinho. Poderiam dar umas receitas dos molhos.

  • 19/04/2017 - Sérgio Luiz

    Maravilhoso adoro macarrão agora fiquei sabendo sobre as massas e tipos de macarrão que não conhecia sou fã de carteirinha de massas agora fiquei sabendo tudo sobre macarrão vou fazer em casa sabendo realmente qual massa e é tipo devo usar muito bom as informações. ACHEI EXCELENTE

  • 20/04/2017 - LIBIA BESSA TEIXEIRA

    ACHEI MUITO INTERESSANTE A MATÉRIA...PARABENS...

  • 20/04/2017 - Cristina

    Vcs poderiam me enviar receitas com essas massas, e molhos, principalmente o prato? Obrigada

  • 20/04/2017 - Naira Pereira

    Adorei a reportagem sobre as massas. Sensacional

  • 26/04/2017 - Hortifruti

    Olá, Cristina. Vamos preparar um outro post com essas dicas, ok?

  • 26/04/2017 - Hortifruti

    Sugestão registrada, Luzinete. Vamos buscar dicas de molhos bacanas para vocês.

  • 26/04/2017 - Hortifruti

    Olá, Maria da Conceição. Sua sugestão e dos demais vai entrar na nossa pauta de temas para o blog, ok?

*todos os campos são obrigatórios